Postagens Recentes

Tradutor

Procura por algo?

quarta-feira, 11 de julho de 2012

1

Escritora Anne Rice defende 'igualdade erótica' entre os sexos


Na esteira do relançamento de sua "trilogia erótica", a escritora americana Anne Rice --também autora de livros como "Entrevista com o Vampiro" -- saiu em defesa da igualdade de direitos entre homens e mulheres no campo erótico.

Publicada pela primeira vez nos anos 80, a trilogia de Rice só chegou no Brasil em 2012. É uma adaptação erótica da história da Bela Adormecida composta pelos livros "Os Desejos da Bela Adormecida", "A Punição da Bela" e "A Libertação da Bela" (todos da editora Rocco).

No prefácio postado recentemente no site da editora Penguin, que publica a trilogia nos EUA, Rice diz que "apoia direitos iguais para as mulheres em todos os aspectos da vida. Isso inclui o direito de toda mulher escrever suas fantasias sexuais e ler livros cheios de fantasias das quais ela goste".
Fernanda Ezabella/Folhapress
A escritora Anne Rice em sua casa, em San Diego
A escritora Anne Rice em sua casa, em San Diego

O relançamento dos livros de Rice tem muito a ver com o sucesso experimentado por "Fifty Shades of Grey", romance erótico de E.L. James apelidado de "pornô das mamães" pela mídia britânica.

O livro de James atingiu no fim de junho a marca de 1 milhão de exemplares vendidos após 11 semanas e bateu o recorde de "O Código Da Vinci", de Dan Brown, que havia levado mais de 30 semanas para conseguir o mesmo número.

Segundo Rice, desde a publicação de sua trilogia as pessoas têm conseguido "tirar do armário" o gosto por romances eróticos. "'Fifty Shades of Grey' provou isso", disse.

"Não é mais nenhum segredo que as mulheres querem ler ficção sexy assim como os homens, e há uma nova franqueza sobre as várias fantasias das quais é possível gostar. Muitos clichês foram abandonados. E isso é uma coisa ótima", escreveu a autora. 


 

1 comentários:

Postar um comentário

Obg pela visita! Sua opinião é muito importante!